Buscar
  • Lili Araújo - Talent Connector

Seleção por Competências: Entenda como Funciona

Acredito que você já deve ter ouvido falar sobre "competências'' em algum processo de seleção pelo qual passou. Mas caso nunca tenha ouvido, ou tenha ficado com dúvidas sobre seu significado, pode deixar que eu te explico! :)




Na área de Recursos humanos, mais especificamente em Recrutamento e Seleção é muito comum o uso do termo “Seleção por Competências” para indicar um processo no qual competências técnicas e comportamentais são mapeadas para avaliar se o perfil do(a) candidato(a) está de acordo com a vaga ofertada. Isso é o que a gente chama, aqui na BDR, de "match”!


O conceito de competência vai ao encontro da capacidade e habilidade que aquele(a) candidato(a) possui em relação a determinada função. E mais, quais características comportamentais ele(a) apresenta, ou seja, de que maneira aplica seus conhecimentos e habilidades em determinada tarefa. São as famosas Hard Skill e Soft Skill.



SELEÇÃO POR COMPETÊNCIAS: COMO FUNCIONA


Ok, mas de que maneira podemos aplicar e perceber se o indivíduo apresenta tais

competências? E como eu, como candidato(a) posso mostrar tais habilidades e características em um processo seletivo?


No processo de seleção por competências, estas são mapeadas desde o primeiro contato com o(a) candidato(a). E é importante ressaltar que técnico e comportamental caminham juntos! As hard skills são as competências técnicas: Cursos, certificados, graduação, língua estrangeira, experiências. Já as soft skills, são as competências comportamentais e, geralmente, são avaliadas através de dinâmicas e entrevistas. A soft skill é a atitude, a força motriz que faz com que as hard skills sejam aplicadas resultando em um determinado desempenho.


Em resumo, uma seleção por competências visa analisar e investigar, através de situações vividas pela pessoa, quais de suas competências estão próximas às que provavelmente vivenciará na posição para a qual será contratada. Visa identificar quais foram suas atitudes, emoções e ações realizadas em determinada situação, como se saiu, o que sentiu, quais seus valores pessoais.


Por isso, se você está participando de uma entrevista em uma seleção por competências, é importante que suas respostas sejam assertivas e honestas. Nem sempre o não atingimento de uma meta, por exemplo, significa um fracasso! Pode significar resiliência, o que identifica o quanto consigo passar por uma situação difícil sem desistir. Por isso, dê sempre respostas sinceras!


O processo de seleção não deve ser uma investigação policial, mas sim uma identificação e um diagnóstico de potencialidades! Todos possuímos alguma e todos podemos desenvolver mais habilidades através do conhecimento e da prática!


E o papel dos recrutadores é identificá-las e ajudar o candidato(a) a trilhar seu caminho profissional da melhor maneira possível, e em um lugar que vá de encontro aos seus valores e cultura.



DICAS PARA CANDIDATOS(AS)


Uma dica importante é que o(a) profissional hoje busque se atualizar e colocar seus conhecimentos em prática, mesmo que no primeiro momento seja através de projetos pessoais, para que suas competências técnicas sejam desenvolvidas continuamente.

E outra dica é sempre analisar e reconhecer seus valores e propósitos, assim como os da empresa que deseja atuar, para que encontre um vínculo e match compatíveis com suas competências comportamentais, e a troca seja mútua. :)




E aí curtiu o conteúdo? Quer ajuda para identificar as suas competências técnicas e comportamentais? Então dê uma olhadinha na nossa Orientação Profissional e no Meu perfil DISC ali do BDR Shop, que a gente te ajuda nessa jornada! ;)

Ah! E pra você que tem uma empresa, conte também com nossa Conexão de Talentos para trabalhar suas vagas e encontrar o seu melhor match! \o/


80 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo