top of page
  • Foto do escritorLili Araújo - Talent Team Leader

4 DICAS DE ENTREVISTA QUE VOCÊ PRECISA SABER

Uma entrevista de emprego pode gerar muita ansiedade se você não souber se preparar. Pra te ajudar nisso, separamos 4 dicas de entrevista que toda pessoa candidata precisa saber!



Participar de um processo seletivo sempre foi algo muito angustiante e geralmente me gerava algumas crises de ansiedade. Justamente pela incerteza do que estava sendo avaliado ou até mesmo, a que os recrutadores estavam atentos e em que momento isso ocorria. Raramente recebia algum feedback e ao invés, ficava um vácuo enorme que significava um lindo não.


De maneira nada intencional acabei entrando para esta área e, desde o primeiro momento, sempre busquei pensar sobre aquilo que me deixava tensa, angustiada e desconfortável nas entrevistas. Como recrutadora, procurei resgatar aquela Lilian que odiava participar de processos seletivos, para assim tentar oferecer uma melhor experiência para as pessoas candidatas que são atendidas por mim. :)


Pensando nisso e nas coisas que eu gostaria de saber naquela época, refleti sobre algumas que acabam se repetindo nas entrevistas que acompanho, impedindo que aquela pessoa candidata demonstre o seu melhor e que a avaliação possa ser feita de forma assertiva.


Seja por falta de orientação, medo de ser reprovado, nervosismo, enfim, às vezes acabamos caindo em algumas armadilhas na hora da entrevista. Por isso, separamos aqui 4 dicas de entrevista que toda pessoa candidata precisa saber!



4 DICAS DE ENTREVISTA:


1. Discurso Pronto

Você não é a primeira pessoa e nem será a última que estará passando por um processo seletivo e sendo entrevistada pelo(a) profissional de RH. Portanto, demonstrar sua singularidade é um grande bônus. Assim como existem perguntas clichês também existem discursos clichês e estes geralmente demonstram superficialidade e omissão sobre quem você realmente é. Não existe uma receita pronta, portanto seja autêntico e não tente montar uma persona, pois isso será percebido.


2. Transparência

Seja sincero(a) quanto a seus objetivos, valores, e sobre lugares que busca que estejam alinhados com seu estilo e propósitos, tanto pessoal quanto profissional. A troca entre as partes se torna mais justa e, como Recruiter, podemos avaliar, direcionar e orientar da melhor forma a pessoa candidata a oportunidades que fazem mais sentido para ela naquele momento.

Portanto, não tenha medo de expor aquilo que realmente você busca, seja justo(a) com você. Até porque nada melhor do que estar num lugar bacana, em que você se identifique, certo? Assim como não existe situação e sensação pior do que trabalhar em um local e com pessoas que você não se identifica, correto? Afinal, nossa troca diária com o trabalho, às vezes, é maior do que com nosso meio pessoal e íntimo.


Também é importante frisar, que nem todo(a) profissional está em busca de crescimento de carreira, cargo ou desenvolvimento em um determinado momento e talvez focando na estabilidade e ganho financeiro, e nós recrutadores, sabemos disso, e tá tudo bem! Até porque, sem ganhos financeiros não se vive em um mundo e época como a nossa, né?


Mas o que é importante também pontuar é que dependendo da cultura e objetivo da empresa num dado momento, isso será levado ou não em consideração. E mais uma vez, vale refletir se aquele é o lugar com objetivos e resultados que você espera de acordo com os seus planos pessoais e profissionais.



3. Pontos Fracos e Pontos Fortes.

Investigação clássica de todo processo seletivo. Mas saiba, que essa pergunta, por mais clichê que pareça, diz muito sobre você. E muitos(as) candidatos(as), em sua grande maioria, têm dificuldade em respondê-la, o que demonstra falta de autoconhecimento ou omissão.


A maioria das pessoas, sabe aquilo que lhe impacta, ou se não sabe, em algum momento já recebeu feedback sobre isso, seja de forma pessoal ou profissional. Tanto positivo quanto negativo. O fato de uma pessoa não saber o que precisa desenvolver, demonstra falta de reflexão ou medo de se expor, o que é compreensível.


Mas pense que todos temos algo a desenvolver, inclusive a pessoa avaliadora, afinal somos humanos e imperfeitos. Portanto reflita sobre isso e:

Anote seus potenciais e pontos a desenvolver e o que você está fazendo para melhorá- los.

Você provavelmente ganhará muito mais a atenção e pontos com o(a) recruiter!



4. Suas entregas e atitudes dizem muito sobre você.


A avaliação de um processo seletivo, se dá desde o primeiro contato com a pessoa candidata e a entrega de seu currículo. Sendo assim, é importante ficar atento(a) sobre sua disponibilidade para participar de entrevistas, ligações, organização e pontualidade quanto a prazos e entregas. São atitudes e posturas que já dão indícios sobre seu desempenho quanto a essas competências. E se você não quer passar uma impressão errada sobre seu estilo de trabalho, vale a atenção.


Alguns processos possuem várias etapas e outros não, depende muito da complexidade do cargo, tempo de contratação e nível de senioridade que a empresa espera. É um recorte onde buscamos entender sobre seu perfil. Então, se você não quer passar uma mensagem errada, se prepare para as etapas, e antes disso, verifique sua disponibilidade para realizá-la, pois nada mais chato que ficar cobrando algo que é de interesse do outro, não é mesmo? E se esta cobrança já vem durante o processo, que avaliação e previsão você acha que o(a) avaliador(a) terá?



>>> DICA BÔNUS!


A intenção deste texto é levar às pessoas candidatas uma orientação do que realmente acontece em muitos processos e entrevistas de emprego, sem melindres, de forma muito clara e honesta, como uma maneira de transformar algo que parece um bicho de sete cabeças em algo agregador e assertivo para ambos os lados.


Participar de processos e entrevistas de emprego é muito cansativo, e acredite, também já participei de muitos deles e sei dos sentimentos e frustração que podem causar. Por isso o objetivo é que você, pessoa candidata, com essas dicas e sabendo esses pontos que compartilhamos, torne esse momento menos frustrante e tenha muito mais alegrias do que frustrações na sua busca pela vaga que é o seu MATCH!


E uma dica bônus é: sempre peça Feedback em seus processos! Não fique na dúvida ou imaginando o porquê de uma reprovação. Somente evoluímos quando sabemos e temos a orientação daquilo que não deu certo e precisamos desenvolver. Mas também esteja aberto(a) e com a escuta ativa para recebê-lo e transformá-lo em uma ferramenta para o seu crescimento. <3


—---------------


E falando em feedback, se você quiser uma orientação personalizada sobre como se preparar para uma entrevista de emprego e um feedback assertivo sobre o que precisa melhorar, que tal participar de uma simulação de entrevista com as nossas Recruiters especialistas no assunto? Conheça aqui a nossa ENTREVISTA SIMULADA ! ;)


Posts recentes

Ver tudo

Comments


  • Ícone do Facebook Branco
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn

Tel: (48) 9 9630-2982

comercial@empresabdr.com.br

Tel: (48) 9 9630-2982

comercial@empresabdr.com.br

bottom of page